Jean-Luc Godard doa mil euros a francês condenado a pagar multa por pirataria

 Fonte: O Globo

Acusado de baixar mais de 13 mil arquivos de mp3 ilegalmente, um fotógrafo francês encontrou uma ajuda inesperada em sua defesa contra a indústria fonográfica: Jean-Luc Godard. O diretor francês doou mil euros para bancar parte dos custos legais de James Climent, de 37 anos, condenado a pagar multa de 20 mil euros, segundo o jornal Libération.

Godard soube da história por um artigo no próprio Libération e resolveu ajudar. No primeiro contato, Climent achou que estava sendo vítima de um golpe, mas logo viu que era realmente seu grande herói quem queria ajudá-lo. Godard já havia revelado uma posição fortemente favorável ao compartilhamento de arquivos pela web. Em uma entrevista ao site InRocks , disparou “direito de autor? Um autor só tem deveres”.

“Eu sou contra a Hadopi (projeto de lei francês de controle da internet), é claro. Não existe propriedade intelectual. Sou contra a herança (das obras), por exemplo. Os filhos de um artista deveriam se beneficiar dos trabalhos do pai até, digamos, que atinjam a maioridade. Depois disso não é claro para mim porque os filhos de Ravel devem receber qualquer renda pelo Bolero…”, disse o diretor de “Acossado”.

Segundo o artigo original, os problemas de Clement começaram em 2005, quando ele criou o hábito de baixar músicas em programas p2p. Poucas semanas depois policiais apareceram em sua casa e ele acabou condenado a pagar 20 mil euros para a SACEM e a SDRM, sociedades que representam os detentores dos direitos autorais.

Mesmo tendo perdido a apelação ele se nega a pagar a multa. Defendendo a “cultura da partilha”, disse que essa é uma questão de princípios e levou o caso ao Tribunal Europeu de Direitos Humanos.

- Eu tinha 13.788 arquivos de mp3 em meu disco rígido quando a polícia apareceu. Hoje tenho mais de 30 mil – afirma ele ao jornal, em tom provocador.

Em agradecimento ao cineasta, o fotógrafo publicou um post em seu blog entitulado “God(ard) bless us”, apresentando um balanço das doações já recebidas para ajudar em sua defesa nos tribunais. Segundo Climent, foram 104,38 euros pelo PayPal, 19,24 pelo Flatrr, entre mil e 1.200 euros de uma ONG e os mil euros de Godard.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Sites para acessar na Deepweb / Darknet

Hotmail Entrar Direto no E-mail (Outlook)

Badoo: Entrar Grátis (Passo-a-passo do Login)